O que devo saber antes de participar de um leilão de carros? Aprenda

Publicado por Carolina em

Anúncios

Comprar o carro que você sonha por um preço muito mais barato que no mercado? Parece mentira, mas é verdade. Em leilões de carros é possível adquirir excelentes exemplares por ótimos preços.

Play

Ouvir Artigo

0 Minutos

Mas, antes de sair por aí dando lances em qualquer leilão, você deve saber algumas coisas para, então, fazer a escolha certa. Te ajudaremos com isso. confira.

Sobre a leiloeira

Anúncios

Uma das coisas que é interessante ter algum conhecimento para uma boa escolha, é saber escolher a leiloeira. Isso porque é através dela que serão feitas todas as operações financeiras, então deve ser confiável.

É claro que existe muito golpista no mundo dos leilões, assim como em qualquer outra profissão do mundo, então, separamos algumas dicas para você se atentar para a idoneidade da leiloeira que encontrou. Veja:

  • Endereço físico: é importante verificar o endereço físico que a leiloeira fornece no site, pois, muitos golpistas fornecer endereços falsos ou errados;
  • Endereço eletrônico: assim como o endereço físico, o eletrônico pode ser alterado. É possível que alguns golpistas até alterem URLs de sites oficiais, passando-se como filiais. Em caso de dúvidas, consulte a sede da leiloeira em questão;
  • Edital: depois dos passos anteriores, é hora de ler o edital, pois nele estão as informções legais e de datas e horários dos leilões, assim como detalhes importantes sobre os lotes leiloados. Desconfie de golpe se uma leiloeira não possuir edital;
  • Forma de pagamento: não deve-se realizar pagamento qualquer que não seja através do site da leiloeira oficial, através de boleto, o qual deve ser pago à vista. No modo presencial, o pagamento é realizado no momento do arremate;
  • Veículos: atente-se também aos veículos. Fotos com carros muito novos, com cara de provenientes de concessionárias, pode ser golpe.
Anúncios

“O edital é a regra do jogo e tem de ser lido com atenção. Na dúvida, ligue para o leiloeiro, pois ele tem a obrigação de esclarecer pontos omissos ou contraditórios. Fique atento às responsabilidades do pagamento, informações de danos do carro e se ele está funcionando”, declarou Leandro Mauro Munhoz, advogado especializado em pregões e proprietário da consultoria LM Leilões.

Sobre os leilões de carros

Agora, vamos entender as diferenças entre os leilões. Saiba que a procedência do veículo a ser leiloado, influência em seu preço, conservação e até na regularização dos documentos.

Veja Também:

Veja as diferentes origens de carros que vão a leilão:

Seguradores – Os veículos provenientes de segurados, são aqueles que sofreram sinistro ou que foram recuperados. Ainda nessa categoria, existe três graus de sinistro:

  • De pequena monta: no primeiro grau, os veículo sofreram danos leves, o que não alterou sua estrutura ou monobloco, sendo, dessa forma, muito bem conservados;
  • De média monta: no segundo grau, os veículos já tiveram um dano mais grave que o anterior, sendo que alguns não podem circular, um detalhe a se estar atento no momento do arremate;
  • De grande monta: e no último grau, temos os veículos que deram perda total, os quais só serão vendidos como sucatas ou até por peças.

Bancos – Os carros provenientes de bancos, são aqueles que foram financiados, mas não foram quitado. O banco recolhe o veículo e o leiloa para cobrir os custos;

Judiciais – Os carros da categoria judicial, são aqueles que se envolveram em algum processo investigativo e/ou de crime. Ou ainda, que possuuem algum tipo de pendência nas justiças trabalhista ou cívil;

Roubo ou furto – A categoria de carros provenientes de roubos e furtos, passam por seguradores, e não sofreram sinistro. Assim, essas instituições os recuperam;

Empresas privadas e órgão públicos – Os órgãos públicos, assim como algumas empresas privadas, possuem frotas próprias de veículos. Esses veículos são trocados periodicamente, assim que atingem uma certa quilometragem, sendo que, no caso de órgãos públicos, a quilometragem não é tão alta. Esses carros e também motos, costumam estar em um ótimo estado de conservação;

Clássico –  E como última categoria, temos os clássicos, que são os carros considerados com um valor histórico, geralmente dos anos 70 a 90, sendo que, no geral, são leiloados pelos próprios donos.


Comentários 0

Deixe uma resposta

Espaço reservado para avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

pt_PTPortuguese