Pode-se legalizar moto de leilão? Saiba como funciona a regulamentação

Publicado por Carolina em

Anúncios

Está interessado em arrematar uma moto no leilão, mas não sabe se poderá legalizá-la? Saiba que é possível sim, e falaremos mais sobre isso neste artigo.

Play

Ouvir Artigo

0 Minutos

Comprar uma moto no leilão pode trazer muitas vantagens como os preços baixos, onde é possível economizar muito, em relação aos preços do mercado. Além disso, leilões trazem uma variedade enorme de motos, desde marcas e modelos, até diferentes estados de conservação.

Anúncios

Mas para quem nunca adquiriu uma moto no leilão, podem surgir algumas dúvidas sobre como comprar, como escolher uma leiloeira confiável e como legalizar o veículo arrematado.

Por isso, trouxemos hoje dicas para tirar suas dúvidas de uma vem por todas. Confira.

Veja Também:

Moto de leilão

Anúncios

As motos que são encontradas em leilão podem vir de diferentes lugares e situação. Listamos abaixo:

Moto de apreensão

As motos advindas de apreensões são aquelas paradas em blitz ou que envolvem-se em acidentes e possuem alguma irregularidade.

Esse veículos aprrendidos, têm um certo prazo para serem retirados por seus proprietários, e, devido aos valores com a regularização, multas, guincho e com o pagamento da diária do pátio, muitos desistem de suas motos e carros.

Os veículos deixados são leiloados, vão para leilão para cobrir os custos e para a regularização das situações dos veículos, alémd de arrecadação de fundos para os órgãos.

Moto de montadora

Esses veículos são, geralmente, leiloados pelas próprias fabricantes para liberarem espaço nos pátios para o lançamento de novos modelos.

Moto de recuperação financeira

Instituições financeiras promovem leilões de recuperação financeira, quando uma pessoa que realizou esse financiamento não arcou com o pagamento das parcelas. Assim, o veículo é recolhido e leiloado.

Moto de frota

Os órgãos públicos trocam suas frotas de veículos periodicamente. Esses veículos trocados vão, então, para leilões.

Moto de pessoa física

Pessoa fisica também pode leiloar um veículo. Para isso, a pessoa cadastra o veículo em algum site de leilões, onde o maior lance leva a moto.

Como regularizar moto de leilão?

Para quem não sabe, é possível sim legalizar e regularizar toda a documentação de uma moto arrematada em leilão, para que ela possa rodar em vias públicas. Uma moto de leilão apenas não poderá rodar se tiver sido comprada como sucata.

O processo é o mesmo de quando adquiri-se um veículo de um proprietário particular, com a exceção de que deve-se fazer isso em um prazo de 30 dias após o arremate.

Para regularizar-se uma moto de leilão, deve-se ir ao Detran de sua cidade, portando documentos pessoais (CNH e CPF) e os documentos do veículo e do antigo proprietário que são fornecidos pela leiloeira.

Se a moto tiver dívidas, elas devem ser pagas pelo antigo proprietário, por isso, para evitar dor de cabeça, verifique se a moto possui dívidas as de comprá-la.

O IPVA, a partir do ano do arremate, será de responsabilidade do novo proprietário.


Comentários 0

Deixe uma resposta

Espaço reservado para avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

pt_PTPortuguese