Como funciona a simulação de financiamento e qual a sua importância?

Publicado por Eduardo em

Anúncios

Simular um financiamento antes de efetuar a proposta, tem sido algo bastante útil para que o consumidor possa verificar como irá ficar as parcelas do financiamento desejado.

Play

Ouvir Artigo

0 Minutos

Com isso, é possível se preparar de forma efetiva para conseguir o tão sonhado carro novo ou casa própria, por exemplo.

Anúncios

Neste artigo separamos tudo o que você precisa saber sobre simulação de financiamento, veja qual é a importância de fazer esse procedimento.

Veja também:
Financiamentos de veículos online – Tire todas as suas dúvidas
Financiamento de Motos Online – Descubra como funciona
CNH digital de graça – Confira como criar a sua

O que é um simulador de financiamento?

Anúncios

O simulador de financiamento é um método utilizado que tem a capacidade de prever as parcelas e o valor de juros.

Geralmente, o simulador é utilizado antes da análise de crédito.

Sendo assim, é possível prever o valor a ser pago antes de realizar a proposta, com base nas condições padrões propostas, e não das especificidades de cada caso. 

Como fazer a simulação?

É preciso ter todos os dados pessoais e do bem desejado, seja imóvel, veículo, etc, em mãos para poder simular o financiamento.

Com essas informações os simuladores conseguem captar cada informação do financiamento para fazer uma análise mais parecida com a realidade.

Atualmente, existem várias formas de efetuar uma simulação pela internet, boa parte dos bancos no Brasil disponibiliza esse tipo de ferramenta por meio do site.

Por mais que você possa utilizar recursos online para efetuar a simulação do financiamento, a contratação do crédito pode ser feita de modo presencial, isso irá depender se a instituição oferece uma forma de solicitar online ou não.

Por que simular?

No momento de fazer o cálculo do financiamento, é muito importante pesquisar por diferentes simuladores.

Dessa forma, você consegue ter mais praticidade sem perceber, você poderá analisar como funciona crédito em cada uma das financeiras.

Um dos motivos para simular é que você consegue ter mais facilidade para achar um crédito que caiba em seu bolso.

Sendo assim, você consegue analisar as taxas de juros, o CET, e até mesmo o melhor para efetuar o pagamento. 

O que é preciso para simular

Antes de fazer a simulação de qualquer financiamento, é necessário que você conheça alguns dados antes para que a simulação funcione. Dessa forma, os fatores essências incluem:

  • Tipo de financiamento: fazer a simulação de um financiamento de um imóvel ou veículo, possui suas diferenças até porque os valores de cada bem são diferentes e o pagamento das taxas também. Por esse motivo, preciso identificar qual é o tipo de financiamento que você deseja.
  • Tempo de financiamento: outra coisa aqui traz um impacto na simulação é o tempo que irá durar o financiamento. Quanto maior for um tempo, as parcelas serão menores, no entanto o valor acumulado será maior. Um tempo menor de financiamento traz parcelas mais caras, entretanto, o valor geral ficará mais barato.
  • Renda familiar mensal: como o valor das parcelas do financiamento não podem comprometer mais de 30% da sua renda familiar, esse também é um dado muito importante, pois ele pode afetar não só você mas também todos os outros. Ou seja, você deve estabelecer um limite sobre a sua renda familiar em relação ao valor que você poderá pagar mensalmente. Dessa forma, você não pode escolher um pagamento de 24 meses e terá que optar por um que ofereça um nível maior de parcelas, como 60 parcelas, por exemplo.

Métodos para simular

Há vários tipos diferentes de financiamento oferecido no mercado financeiro, e por consequência, também existem muitas plataformas de simulação online.

Você irá conferir abaixo algumas plataforma que disponibiliza esse recurso:

Calculadora do Cidadão

A Calculadora do Cidadão foi criada pelo Banco Central e é uma plataforma para calcular financiamento, que proporciona mais facilidade para os consumidores. Essa plataforma funciona de um modo bem fácil.

Você sabe ter aqui informar: taxa de juros mensal,número de meses, valor de prestação e o valor do financiado.

Entretanto, vale ressaltar que por meio dessa plataforma só é possível fazer cálculos de prestações de financiamento fixas. 

Simulador Habitacional Caixa

Como o nome já diz, essa é uma ferramenta exclusiva para simulação de financiamento de imóvel.

Como está ligada à Caixa Federal, esta plataforma só pode ser usada para simular financiamentos feitos pela Caixa.

Para fazer a simulação é muito simples, você só precisa informar as informações que são pedidas no formulário.

É importante lembrar que existem algumas perguntas de localização do imóvel desejado, dados pessoais e até se o interessado já possui outro bem residencial na mesma cidade.

Simulador Alugar ou Financiar

Você consegue ter acesso a um bom simulador oferecido pelo maior canal de finanças do mundo, liderado pela influenciadora digital Nathalia Arcuri. Por lá é possível simular financiamentos.

O que devo analisar na simulação 

Vale ressaltar que, é possível que as taxas de financiamento possam mudar na hora de realizá-lo, mesmo com uma simulação. Como o próprio nome já diz, o simulador apenas sugere algo que deve acontecer.

Durante uma negociação com a financeira, ela irá te apresentar as condições finais.

É preciso analisar três aspectos principais na hora de contratar o financiamento que você se empolgou.

A primeira coisa que deve ser analisada é o prazo de pagamento.

É muito importante que esse prazo tenha um bom tempo para pagar os valores sem que venha afetar o seu orçamento.

O segundo, algo muito importante, o valor das parcelas.

O ideal é que essas parcelas não venha apertar as finanças de sua casa. Portanto, faça uma análise do quanto você irá conseguir pagar mensalmente com o valor que caiba em seu bolso.

O terceiro, tome cuidado com o valor do CET do financiamento.

Muitas pessoas levam em consideração somente os juros na hora de adquirir qualquer tipo de crédito.

No entanto, a taxa de juros não é a única coisa cobrada pelo banco.

O CET é que definirá o custo total, o valor que você irá pagar pelo financiamento.

Esses são os três aspectos principais que devem receber mais atenção.

No entanto, também é muito importante levar em consideração os demais dados sobre o financiamento. 


Comentários 0

Deixe uma resposta

Espaço reservado para avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

pt_PTPortuguese